A NOSSA HISTÓRA

O Centro Social Paroquial de Moscavide tem a sua origem no Centro de Acolhimento a Crianças e Ajuda aos Mais Necessitados, instituído em 1942. Actualmente é uma IPSS (Instituição Particular de Solidariedade Social) e integra as valências de berçário, creche, jardim-de-infância, centro de dia e apoio domiciliário. 

 

 “Temos 200 crianças e cerca de 100 idosos, estando 60 em centro de dia e 40 no apoio domiciliário. Apoiamos muita gente em Moscavide!”, destaca o pároco, lembrando também “a ajuda prestada pelo Banco Alimentar, que apoia mais de 100 famílias”.

  

A presença do Seminário de Cristo-Rei na Quinta do Cabeço, a partir de 1931, abriu à crescente população de Moscavide um novo período de vivência, enquanto comunidade cristã. A povoação integrava-se na Paróquia de Santa Maria dos Olivais, mas a verdade é que a deslocação a essa Igreja não se tornava fácil para os residentes. Foi, pois, o Seminário que veio preencher a falta de uma Igreja em Moscavide. Cedo começaram os contactos e a organização da comunidade que, durante muito tempo, se deslocou à Capela do Seminário. Mas cedo os padres e seminaristas constataram também as inúmeras dificuldades com que se debatiam os moradores desta zona, que crescera ao serviço do desenvolvimento fabril, trazendo famílias de todo o país, num verdadeiro movimento migratório.

 

Cedo se aperceberam que, para lá do serviço espiritual, esta população precisava de uma eficaz resposta social – resposta que ajudasse as famílias neste seu novo processo, tão diferente do que haviam vivido nas longínquas aldeias. Era preciso atender, sobretudo, às crianças!

 

Por isso, a acção dos Padres e alunos do Seminário dos Olivais se fez sentir, não apenas no campo da evangelização directa, mas também na acção social. Em consequência, antes ainda da fundação da Paróquia, Moscavide viu oficializada a sua primeira instituição de assistência – o Lactário, nome por que ficou tradicionalmente conhecido o Centro de Acolhimento a Crianças e Ajuda aos Mais Necessitados!

 

Tudo começou em 1942, num rés-do-chão da Rua João Luís de Moura, sob orientação do primeiro director, Padre Johannes Antonius Wackers!

 

A 27 de Abril estavam aprovados os Estatutos, que consagravam “…a criança desde que ela nasce, quando a mãe não tem leite para amamentar… até aos 3 anos… cuidados médicos e leite ou farinha conforme os casos… socorro às mães… creche recreatório ou jardins infantis para crianças dos dois aos sete anos... escola de ensino elementar, ou recreatório e cantina económica para os alunos que frequentam as escolas oficiais… Casa de trabalho, economia, higiene e aperfeiçoamento doméstico… Biblioteca de leitura ao domicílio… assistência gratuita às famílias pobres”,  tudo “na orientação e formação moral [tendo] como base a religião católica…”. A isto acrescia a “assistência gratuita às famílias que pela sua indigência ou pobreza… dela possam carecer”… em cooperação “com as demais obras ou instituições de assistência local”.

 

As despesas inerentes seriam suportadas: pelas cotas e subsídios dos seus fundadores ou cooperadores; pelo rendimento dos trabalhos executados nas casas de trabalho; por doações e subsídios, tanto de particulares como das autarquias locais e da Direcção Geral de Assistência.

 

Juntando os vários donativos conseguidos ao subsídio oficial mensal de 1.500$00, iniciou-se um trabalho que não pararia de crescer. No princípio de 1943, o Centro respondia a 53 lactantes, número que subiu para 153 até Junho do mesmo ano. A farinha que, em Janeiro, era distribuída a 156 inscritos, abrangia em Junho 300 crianças. As consultas passaram de 187 para 672 e os tratamentos de 258 para 997, no mesmo período de tempo. No âmbito das suas valências de saúde, para as quais foram adquiridos modernos aparelhos, o Centro funcionava como um verdadeiro núcleo de serviços médicos.

 

O espaço em que estava instalado tornava-se manifestamente pequeno para tamanha actividade e tantas solicitações. Por isso, rapidamente foi necessário encontrar mais amplas instalações. Comprado por cento e noventa contos, em 1944, o prédio onde actualmente está a PSP de Moscavide, na Avenida principal, acolheria o Centro de Assistência Social.

 

A actividade continuava a crescer, sendo de cerca de duas toneladas o leite em pó e as farinhas alimentícias que anualmente se distribuíam. O jardim-escola tinha 3 classes para as crianças dos 3 aos 7 anos. Garantia ainda duas salas de estudo para as crianças que frequentavam as escolas primárias, abrangendo diariamente 150. Ali se garantiam todos os dias cerca de 180 almoços. Além disso, na parte dedicada à saúde contabilizaram-se, em 1955, “…5.805 consultas, 2.672 tratamentos, 7.877 injecções, 180 intervenções de pequena cirurgia, 1.590 reacções à tuberculose, 1.407 vacinações, 290 radioscopias… 36 aplicações de fisioterapia. Foram feitas 5.340 consultas de pediatria.

 

A estas acções se acrescentaria, com inauguração a 10 de Dezembro de 1955, um “Centro de Formação Familiar” com actividades no campo da economia doméstica, formação moral e familiar, socorros a doentes, puericultura, arranjo e adornos do lar, corte e confecções e cozinha, etc.

 

A enorme actividade justificara, entretanto, novas instalações. Nisso se trabalhava há vários anos. Mercê de intensa colaboração e dedicação, uma Comissão que, em simultâneo, levava a cabo a construção de um edifício para a Igreja, conseguiu reunir os meios para a obra, num terreno comprado na então designada Praceta do Estado da Índia.

 

Concluídos os trabalhos, para ali seria transferido o Centro, sendo inaugurado a 26 de Maio de 1956. Com a posterior criação da Paróquia de Santo António de Moscavide, a 8 de Dezembro do mesmo ano, consagrava-se o Centro Paroquial, que não perdera os princípios orientadores da marca confessional que o criou!

 

Porém, só a partir de 23 de Abril de 1969 alteraria oficialmente a sua primeira designação, para se consagrar como Centro Social Paroquial de Moscavide, “ficando nele integrado, com todos os seus bens e valores, o Centro de Assistência Social e Infantil…”

 

Ligue:

21 944 43 01

© 2015 por Centro Social e Paroquial de Moscavide 

Contate-nos: 21 944 43 01   /  geral@cspmoscavide.org